Vai se mudar? Incorporadora dá 9 dicas de como se planejar melhor para evitar imprevistos de última hora

casa

Mudar de casa ou apartamento pode se tornar uma pedra no sapato se não houver planejamento e uma certa dose de paciência. Mesmo quem não tem muitos pertences ou vai se mudar para um local próximo do atual, precisa prestar atenção em alguns detalhes, para que a mudança seja rápida e não tenha contratempos desnecessários.

“Há alguns anos trabalhando na área de arquitetura e construção, pude constatar que o processo de se mudar para um outro local mexe bastante com a maioria das pessoas. O importante para quem está de mudança marcada ou que um dia vai passar por isso é organização e calma”, afirma Gabriela Coelho, da Inkoa, incorporadora com seis anos de atuação no mercado imobiliário.

Confira abaixo algumas dicas que foram selecionadas pela arquiteta, especialmente para quem não quer passar perrengue na hora de se mudar:

  1. Planejamento

Com tempo sobrando tudo fica bem mais fácil e menos corrido. Por isso, tente marcar a data da mudança com algum tempo de antecedência para que tudo seja pensado com bastante calma. Outra dica é tentar planejar as tarefas dia a dia para que não se acumulem nas datas mais próximas.

  1. Escolha o que levar

Quer melhor hora para desapegar daquela roupa ou tênis que não te serve mais? Aproveite esse momento em que é preciso selecionar os objetos que serão encaixotados, para doar o que você não utiliza mais. Além de fazer uma boa ação, são itens e peso a menos na hora do transporte.

  1. Identificação

Conforme for guardando seus pertences nas caixas, é importante que identifique seu conteúdo ou mesmo o cômodo da casa em que o objeto será utilizado. Isso vai facilitar, e muito, quando você for desempacotar e arrumar toda a bagunça.

  1. Objetos frágeis

Louças, copos, garrafas de bebidas e outros itens que podem se quebrar devem ser separados e embalados com plástico bolha para evitar que se danifiquem no momento do transporte. Uma boa opção, caso seja possível, é levar esses objetos de carro antes do dia da mudança.

  1. Bichinhos de estimação

Sem dúvida, eles são os que mais sofrem com todos os preparativos e a agitação do dia da mudança. O ideal é que eles fiquem na casa de uma outra pessoa até que tudo seja finalizado, evitando o stress e até mesmo que eles se machuquem com algum objeto.

  1. Horários para carga e descarga

A maioria dos prédios residenciais tem regras bem definidas no que diz respeito às mudanças. Então, é importante ficar atento e checar com o síndico ou zelador do prédio que você está saindo e para o que você está se mudando, quais os dias e horários permitidos para carga e descarga. Não se esqueça de pedir para reservar uma vaga para o veículo que fará o transporte estacionar!

  1. Amigos X Transportadora?

Se você está pensando em se mudar com a ajuda de amigos ou conhecidos, confirme antecipadamente se eles realmente estarão disponíveis e quantos amigos serão necessários para sua quantidade de pertences. Já se a mudança for feita por transportadora, é importante ter referências da empresa e da forma como ela trabalha, pois algumas delas podem cobrar por itens como caixas, fitas, cabides.

  1. Móveis grandes demais

O tamanho dos móveis também pode ser um empecilho na hora de se mudar. Por isso, cheque com antecedência se guarda-roupas, armários, sofás e outros objetos maiores podem ser desmontados e transportados nos elevadores e escadas ou precisam ser içados pelo lado de fora do prédio.

  1. Ligação de serviços

Outro item bem importante para quem planeja se mudar é a ligação dos serviços de energia elétrica, internet, água, tv por assinatura, gás encanado, entre outros. Na maior parte dos casos, é possível agendá-los com certa antecedência para que esteja tudo prontinho no momento da mudança.

Escrito por: Editor Ink